RSS

>Desafio do diagnóstico precoce em jovens

03 fev

>

Para a doutora Fabiana Makdissi, mastologista, muitas controvérsias circundam a questão quando o assunto é incidência de câncer em pessoas jovens. Não existe sequer consenso sobre qual seria a faixa etária em que a mulher é considerada “jovem” para apresentar câncer de mama, por exemplo. “Em alguns artigos encontramos que câncer em mulheres jovens é aquele que acomete mulheres antes dos 50 anos; em outros é definido como o que ocorre antes dos 40, ou até antes dos 35 anos”, diz a doutora.  
 
Como o câncer de mama, em particular, aumenta sua incidência em mulheres a partir dos 40 anos, a mastologista afirma ser comum, na prática, que os médicos considerem como jovens mulheres diagnosticadas pela doença antes dos 40.
 
“E aí começam os problemas, pois se definimos que o aumento de risco ocorre a partir dos 40 anos e não há campanhas de rastreamento antes disso, é claro que começamos a ter dificuldades em identificar tumores pequenos nessas mulheres, pois simplesmente não os buscamos”, completa doutora Fabiana.
 
O nódulo de Louse Ferraz, 30, quando foi detectado, já estava com 4 centímetros. “Bastava tocar a pele levemente para sentir. Quando eu me deitava, também dava para ver”, relata a paciente, que descobriu o tumor através do autoexame. 
 
Doutora Fabiana chama a atenção ainda para o fato de que, apesar de a mamografia ser o melhor exame para identificar precocemente o tumor de mamas, o que leva a mulher jovem ao consultório acaba sendo o autoexame. “Como elas não têm idade para o rastreamento, o autoexame torna-se fundamental”, afirma. Daí a importância de a mulher se tocar e se conhecer. “Desta forma, saberão identificar alterações nos seus corpos caso um nódulo apareça e virão ao médico, seja aos 20, aos 30 ou 40 anos”, completa a médica.
 
No caso de homens jovens, o tumor de testículos é um dos mais comuns e representa a maior parcela das mortes por câncer em homens da faixa etária que vai dos 15 aos 35 anos, segundo o urologista Ricardo de La Roca. “O autoconhecimento do corpo, indicado para mulheres para detectar nódulos nos seios, é recomendado também para os homens para detectar alterações por exemplo nos testículos, embora poucos o façam, já que este é um órgão muito sensível”.
 
“É preciso superar o preconceito, os homens não podem ter vergonha de procurar um médico que os examine, sobretudo aqueles que têm histórico de testículos que não desceram à bolsa escrotal (criptorquidia)”. No caso do câncer de testículo, o diagnóstico precoce pode abreviar muito o tempo do tratamento, além de aumentar as taxas de cura para próximo de 100%. 
por Equipe Oncoguia
About these ads
 

2 Respostas para “>Desafio do diagnóstico precoce em jovens

  1. Zilda Santiago

    03/02/2011 at 10:13 pm

    >Vocêr viu a garota que teve câncer de mama aos 3 anos?Hoje ela tem 4 aninhos….

     
  2. Zilda Santiago

    03/02/2011 at 10:16 pm

    >Sigo seu blog!!!Bjs

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: